quinta-feira, 23 de agosto de 2012

P R A Z E R




Uma taça…

Beber do vinho… todo o seu frescor.

O prazer sutil,

varou a noite imensa…




Um amor …

Sorver do prazer… todo o seu ardor.

O prazer febril,

varou a noite intensa…



Carlos Rosa

11 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Lindo e bem inspirado...Todo cenário pronto ao amor! abração,lindo fds!chica

    ResponderExcluir
  3. Vinho, amor, sabor e prazer... tudo junto num só sentir...

    Beijo carinhoso.

    ResponderExcluir
  4. oi amigo Carlos, foi bom voltar aqui.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  5. Olá meu amigo professor, Lindo poema acompanhado da única bebida que gosto. Só por isso vou abrir um MIOLO bem seco e tinto para brindar. Abração

    ResponderExcluir
  6. Bonito poema, Carlos.
    Amor, combinação perfeita com um bom vinho... TIM TIM!

    ResponderExcluir
  7. O vinho e o amor são fontes de prazer.
    Cada um com as suas siglas e as suas consequências

    Prefiro o prazer do amor que me completa e me constrói de dois em um.

    ResponderExcluir
  8. Um vinho e um amor,,,combinação perfeita,,,abraços de bom final de semana pra ti amigo....

    ResponderExcluir
  9. Os efeitos de cada um são imensuráveis e deliciosos...

    Você bem deve ter comprovado isso.

    Beijo, querido.

    ResponderExcluir
  10. Meu caro amigo, o seu blog continua lindo, como o Rio de Janeiro.

    E você, inspirado.

    Bebamos o vinho, o amor, a noite...

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  11. Belo poema Carlos.
    Obrigada pelo carinho de sempre.

    Bjinho

    ResponderExcluir

Meus amigos e amigas sejam sempre bem vindos, eu agradeço aos gentis e inteligentes comentários no meu humilde espaço de reflexão, expressão e comunicação. Espero o seu retorno. Um forte abraço.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Arquivo do blog