quarta-feira, 31 de março de 2010

O TEMPO


"Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial.Industrializou a esperança fazendo-a funcionar no limite da exaustão.Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez com outro número e outra vontade de acreditar que daqui para adiante vai ser diferente"

CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@




FELIZ PÁSCOA


C@urosa


segunda-feira, 29 de março de 2010

O POETA DO ESPORTE


Adeus ao grande jornalista Armando Nogueira, o poeta do Esporte.

Do livro "O Canto dos Meus Amores"

Breves lições que o futebol me Ensinou.

- "No futebol, matar a bola é um ato de amor."

- "A tabelinha é o triângulo amoroso do futebol."

- "O passe de calcanhar é linear mas tem astúcias de drible."

- "Deus castiga a quem o craque fustiga."

-"O gol que glorifica o artilheiro é o mesmo que mortifica o goleiro."

- "O jogador vê, o craque antevê."

- "O passe é devoção; o drible, inspiração."

- "A bola de um gol tem duas faces: riso e lágrima."

- "Nem tudo que cai na rede é peixe; às vezes é frango."

-"O drible de Garrincha era, sempre, uma aula de meninice."

Paz eterna em seu descanso divino, nobre poeta, o esporte sentirá sua falta.

C@urosa


sexta-feira, 26 de março de 2010

O CORPO

O CORPO
BAILA O MOVIMENTO MÁGICO






O CORPO
FLUTUA , VENCE A GRAVIDADE.





O CORPO

CORRE, DESAFIA O TEMPO.
O CORPO
SALTA , BUSCA A DISTÂNCIA INFINITA



O CORPO
CANTA O SOM LÍRICO.


C@UROSA

quarta-feira, 24 de março de 2010

Todo o Sentimento














MÚSICA DE QUALIDADE PARA VOSSOS OUVIDOS


Preciso não dormir
Até se consumar
O tempo da gente.
Preciso conduzir
Um tempo de te amar,
Te amando devagar e urgentemente.

Pretendo descobrir
No último momento
Um tempo que refaz o que desfez,
Que recolhe todo sentimento
E bota no corpo uma outra vez.

Prometo te querer
Até o amor cair
Doente, doente...
Prefiro, então, partir
A tempo de poder
A gente se desvencilhar da gente.

Depois de te perder,
Te encontro, com certeza,
Talvez num tempo da delicadeza,
Onde não diremos nada;
Nada aconteceu.
Apenas seguirei
Como encantado ao lado teu.
Chico Buarque e Cristóvão Bastos




segunda-feira, 22 de março de 2010

AMOR, CARINHO E PROTEÇÃO






CRIANÇAS FERIDAS

A violência contra as crianças está se tornando um crime crônico em nosso país. Casos absurdos são relatados pelos meios de comunicação. As autoridades policiais e judiciais e educacionais precisam, urgentemente, tomar medidas rápidas e eficientes para coibir estes atos bárbaros contra as nossas indefesas crianças. Para muitos, as causas são a pobreza e falta de condições mínimas de sobrevivência e cuidado.

Será preciso combater com medidas concretas esta crescente violência e melhorar a qualidade de vida e a educação oferecida . Punir severamente os indivíduos praticantes de tais delitos. Melhorar a qualidade de atendimento psicológico, médico e social aos jovens e crianças atingidas. É o futuro destes seres indefesos que está em jogo.

C@UROSA

sábado, 20 de março de 2010

Correr ou caminhar?


QUAL É A MELHOR JOGADA?imagescoor



Tanto a caminhada, quanto a corrida trazem enormes benefícios ao praticante. A melhora no condicionamento físico, o fortalecimento muscular sem contar o ganho na capacidade aeróbica.

Na corrida, temos que nos preocupar com os riscos ocasionais de lesões articulares, pois o impacto é maior do que na caminha. Na corrida temos um maior gasto energético. Recomendo a corrida por 30 minutos , para os não sedentários e que já tenham praticado em algum momento da vida.cor

Na caminha, onde realizamos um movimento mais natural, os prejuízos para as articulações são menores. No entanto, o gasto energético é menor. Recomendo a caminha para os indivíduos iniciantes em atividades físicas e sedentários. O ideal para iniciar a caminhada são três vezes por semana, com uma duração de 30minutos.

imagescorr1

Correr ou caminhar vai depender de alguns fatores a serem analisados. Devemos consultar um médico antes de iniciar atividades físicas. E, se possível, o acompanhamento de um profissional de Educação Física.

O importante é dizer não ao sedentarismo, aproveitar as férias e começar a cuidar do corpo. Caminhando ou correndo, certamente sua vida será melhor.

x_corredorC@UROSA

quinta-feira, 18 de março de 2010

AS CONTRADIÇÕES DO CORPO

















Meu corpo não é meu corpo,
é ilusão de outro ser.
Sabe a arte de esconder-me
e é de tal modo sagaz
que a mim de mim ele oculta

Meu corpo, não meu agente,
meu envelope selado,
meu revólver de assustar,
tornou-se meu carcereiro,
me sabe mais que me sei.

Meu corpo apaga a lembrança
que eu tinha de minha mente,
Inocula-me seus patos,
me ataca, fere e condena
por crimes não cometidos.

O seu ardil mais diabólico
está em fazer-se doente.
Joga-me o peso dos males
que ele tece a cada instante
e me passa em revulsão.

Meu corpo inventou a dor
a fim de torná-la interna,
integrante do meu Id,
ofuscadora da luz
que aí tentava espalhar-se.

Outras vezes se diverte
sem que eu saiba ou que deseje,
e nesse prazer maligno,
que suas células impregna,
do meu mutismo escarnece.

Meu corpo ordena que eu saia
em busca do que não quero,
e me nega, ao se afirmar
como senhor do meu Eu
convertido em cão servil.

Meu prazer mais refinado
não sou eu quem vai senti-lo.
É ele, por mim, rapace,
e dá mastigados restos
à minha fome absoluta.

Se tento dele afastar-me,
por abstração ignorá-lo,
volto a mim, com todo o peso
de sua carne poluída,
seu tédio, seu desconforto.

Quero romper com meu corpo,
quero enfrentá-lo, acusá-lo,
por abolir minha essência,
mas ele sequer me escuta
saio a bailar com meu corpo.

(Carlos Drummond de Andrade)

C@UROSA

terça-feira, 16 de março de 2010

SEMPRE NERUDA












Abaladora foi a noite de setembro

Eu trazia na roupa
a tristeza do trem que me trazia
cruzando uma por uma as províncias:
Eu era esse ser remoto
turbado pela fumaça do carvão
da locomotiva.
Eu não era.
Tive de encarar então a vida.
Minha poesia me incomunicava
e me agregava a todos.
Naquela noite
me coube declarar a primavera.
A mim, pobre sombrio,
me fizeram desatar a vestimenta
da noite desnuda.
Tremi lendo ante duas mil orelhas desiguais meu canto.
A noite ardeu
com todo o fogo escuro
multiplicando-se na cidade,
na urgência imperiosa do contato.
Morreu a solidão aquela vez
ou nasci eu de minha solidão?
PABLO NERUDA

c@urosa














domingo, 14 de março de 2010

OS CORPOS SE ENTENDEM?

A ARTE DE AMAR

“Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma.
A alma é que estraga o amor.
Só em Deus ela pode encontrar satisfação.
Não noutra alma.
Só em Deus – ou fora do mundo.

As almas são incomunicáveis.
Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo.
Porque os corpos se entendem, mas as almas não.”

Manuel Bandeira


C@UROSA


sexta-feira, 12 de março de 2010

A guerra e a paz



Que caminhos podemos trilhar neste momento crucial para o destino da humanidade?Todos pregam que a paz deve imperar no coração dos homens, pregam mais do que agem. Usam discursos batidos e repetitivos para justificar a falta de ações concretas que possam de alguma forma, levar o seres humanos que habitam este pobre planeta, a encontrarem o tão sonhado caminho da paz duradoura.

Eu cá com a minha visão pessimista, acredito que este objetivo de alguns poucos, está longe de ser atingido. As guerras trazem mais lucros aos malditos exploradores da violência humana, que a paz permanente. Porém, é preciso que começemos a acreditar que um dia a paz poderá habitar o coração dos homens.



c@urosa

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Arquivo do blog