quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Baú do Carlinhos



AMOR ARDENTE



As mãos leves, finas, quentes, suaves,

delas partiram, carícias jamais esquecidas,

fizeram meu corpo estremecer...


As pernas lisas, firmes, aveludadas.

Entre as minhas, num leve apertar.

Arrepios de puro prazer...


Os lábios vermelhos, ardentes, carne viva,

os seus, os meus , num feroz contato.

Entre gemidos e gritos sensuais...


Nossos corpos unidos, fundidos.

no mais refinado prazer, o mais puro desejo...

O lúdico e quente amor que sempre nos uniu.


Carlos Rosa

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Homenagem para o Rei Mané




O Rei Mané, se foi no dia vinte de janeiro do ano de mil novecentos e oitenta e três, deixou o mundo do futebol mais triste. Ficamos com as imagens de seus dribles e jogadas geniais. Abaixo, uma pequena homenagem do menino que teve o privilégio de ter como ídolo o grande Mané Garrincha.

SONHO DO MENINO DO BRASIL


No ano de mil novecentos e sessenta e dois, o menino sonhou que voava pelo campos do Chile, tabelando ao lado do “anjo” Mané e fazia um gol para o Brasil. Com oito anos o menino não entendia ainda as coisas do futebol, mas sonhava com a camisa amarela, e com o “anjo” Mané.

O tempo passou, o menino cresceu, os sonhos são raros, mas a paixão permanece. Paixão pelo fantástico futebol brasileiro, paixão pela camisa amarela da seleção brasileira, paixão pelo “anjo” Mané que transformou-se em ídolo eterno, paixão pelo Botafogo, o time imbatível do “anjo Mané nos anos sessenta.

O “Rei” Mané tombou derrotado pela vida, o Botafogo passou por maus momentos, a seleção foi derrotada, perdeu títulos. Apesar de tudo, a paixão pelo futebol é eterna, está cravada na alma do menino do Brasil. Ela não pode morrer, o que será dos outros meninos, se não lhes for permitido sonhar e apaixona-se pela amarelinha, tão amada pelo mestre Zagalo.

O futebol brasileiro vive um outro momento, a realidade dos nossos clube não é das melhores, a seleção brasileira se transformou numa empresa manipulada por maqueteiros comandados pelo Ricardo Teixeira, os nossos craques estão sendo exportados para outro países ainda meninos, seduzidos pelo poder do euro e da fama, induzidos por alguns empresários que só pensam em ganhar dinheiro.

Porém tudo isso não deve ser motivo para apagar a chama da paixão, que enfeitiça a alma dos brasileiros pelo futebol. Devemos preservar a memória dos nosso ídolos , reavivar o grandes momentos do futebol brasileiro, e acreditar que os meninos do Brasil continuarão sonhando e que voarão leves e soltos, tabelando com o “Rei Mané" pelos gramados do mundo.

Carlos Rosa


terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Um pouco de humor para aliviar...


A importância da fala e de saber o que se fala...



A moça, de família, patricinha, se preparou toda para ir ao ensaio de uma escola de samba, no morro.

Chegando lá, um sambista suarento e banguela pede para dançar com ela e, para não arrumar confusão, ela aceita.

Mas o sambista suava tanto que ela já não estava suportando mais! A moça foi se afastando, e disse:

- Você sua, hein!

Ele a puxou, lascou um beijo e respondeu:

- Também vô sê seu, Princesa! É nóis na fita!

domingo, 16 de janeiro de 2011

Uma imagem triste...


Aqui espero por minha melhor amiga.
O que os homens fizeram?
Destruíram minha alegria!
Não importa. Minha vigília será eterna.

c@urosa

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011





A natureza é mãe,

é promissora mãe da vida.

Às vezes, agride a vida.

Lamentos, gritos e choros...morte!

Só nos resta, reconstruir,

restituir o seu poder.

Oh! mãe da vida...

Natureza ferida!

C@urosa



segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Até o fim

Música de qualidade para começarmos bem o novo ano.



Quando nasci veio um anjo safado
O chato do querubim
E decretou que eu estava predestinado
A ser errado assim
Já de saída a minha estrada entortou
Mas vou até o fim
"inda" garoto deixei de ir à escola
Cassaram meu boletim
Não sou ladrão , eu não sou bom de bola
Nem posso ouvir clarim
Um bom futuro é o que jamais me esperou
Mas vou até o fim
Eu bem que tenho ensaiado um progresso
Virei cantor de festim
Mamãe contou que eu faço um bruto sucesso
Em quixeramobim
Não sei como o maracatu começou
Mas vou até o fim
Por conta de umas questões paralelas
Quebraram meu bandolim
Não querem mais ouvir as minhas mazelas
E a minha voz chinfrim
Criei barriga, a minha mula empacou
Mas vou até o fim
Não tem cigarro acabou minha renda
Deu praga no meu capim
Minha mulher fugiu com o dono da venda
O que será de mim ?
Eu já nem lembro "pronde" mesmo que eu vou
Mas vou até o fim
Como já disse era um anjo safado
O chato dum querubim
Que decretou que eu estava predestinado
A ser todo ruim
Já de saída a minha estrada entortou
Mas vou até o fim
Chico Buarque

domingo, 9 de janeiro de 2011

Cola grosseira ou mero acaso?



A marca das Olimpíadas no Rio de Janeiro em 2016 já casou polêmica. Para muitos, ela não passa de uma bela colagem. Será?


Marca da Telluride Foundation








Tela de Matisse





Espero que não seja uma cópia ou colagem. Senão, estamos começando mal a organização dos Jogos de 2016!!!

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

UM ANO FAZENDO AMIGOS




Pois é, meus caros amigos e amigas , o nosso blog está completando hoje um ano de existência. Como o tempo passa rápido! Meu objetivo era, através desse pequeno espaço, me expressar e me comunicar através de temas que me agradassem e, ao mesmo tempo, proporcionassem um momento de reflexão lúdica para os que gentilmente me visitassem.

O nome "poetadimenor" surgiu de uma pequena brincadeira que fiz com o termo "poeta menor", com o qual não concordo muito, pois para mim o indivíduo que escreve poesias é sempre um ser maior e digno de respeito e admiração, mesmo porque, eu também não sou poeta, apenas um simples amante da poesia. E o meu objetivo não era apenas navegar pelo mundo da poesia, mais sim, por todas as áreas do conhecimento humano.

Eu espero que todos os amigos e amigas que por aqui passaram, continuem a visitar esse pequeno espaço de reflexão e comunicação.
Aqui encontrarão sempre o respeito por todos, e a certeza que sempre receberei seus comentários com carinho e gentileza, com muita paz e harmonia.

C@UROSA



MINHA PRIMEIRA POSTAGEM - EM 03/01/10 - DIRETAMENTE DO BAÚ DO CARLINHOS

Liberdade




Os homens e mulheres são livres para determinar a sua trajetória de vida, devem assumir seus passos e caminhar com firmeza na busca da felicidade. Parece que a palavra liberdade, sempre mal empregada , mal entendida, mal vivida, tem levado as pessoas, milhares de seres humanos ao desespero por não se sentirem pessoas livres.
Estão sempre tentando justificar, através de argumentos poucos convincentes, a sua covardia e falta de coragem de assumir os desafios que a vida lhes impõem. Não chegarão, em tempo algum, ao tão sonhado momento que poderão gritar na mais viva voz , que são livre e capazes de exercer a sua liberdade. A existência para ser plena e valer à pena, tem que ser vivida com liberdade responsável e total.

domingo, 2 de janeiro de 2011

Amor




Amor

Vamos brincar, amor? vamos jogar peteca
Vamos atrapalhar os outros, amor, vamos sair correndo
Vamos subir no elevador, vamos sofrer calmamente e sem precipitação?
Vamos sofrer, amor? males da alma, perigos
Dores de má fama íntimas como as chagas de Cristo
Vamos, amor? vamos tomar porre de absinto
Vamos tomar porre de coisa bem esquisita, vamos
Fingir que hoje é domingo, vamos ver
O afogado na praia, vamos correr atrás do batalhão?
Vamos, amor, tomar thé na Cavé com madame de Sevignée
Vamos roubar laranja, falar nome, vamos inventar
Vamos criar beijo novo, carinho novo, vamos visitar N. S. do Parto?
Vamos, amor? vamos nos persuadir imensamente dos acontecimentos
Vamos fazer neném dormir, botar ele no urinol
Vamos, amor?
Porque excessivamente grave é a Vida.

Vinicius de Moraes



sábado, 1 de janeiro de 2011

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Arquivo do blog