quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Baú do Carlinhos



AMOR ARDENTE



As mãos leves, finas, quentes, suaves,

delas partiram, carícias jamais esquecidas,

fizeram meu corpo estremecer...


As pernas lisas, firmes, aveludadas.

Entre as minhas, num leve apertar.

Arrepios de puro prazer...


Os lábios vermelhos, ardentes, carne viva,

os seus, os meus , num feroz contato.

Entre gemidos e gritos sensuais...


Nossos corpos unidos, fundidos.

no mais refinado prazer, o mais puro desejo...

O lúdico e quente amor que sempre nos uniu.


Carlos Rosa

27 comentários:

  1. O amor além de quente deve ser lúdico mesmo!
    Só assim a volúpia derrama-se em prazer.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Imagem e poema tem uma cumplicidade. Uma cumplicidade que acompanha a leitura do poema.

    abraço

    ResponderExcluir
  3. Poema lindo e sensual assim como a imagem. Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  4. caliente querido e lindo de se ler e sentir...Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  5. Olá Carlos
    Um belo poema, carregado de amor e prazer. Adorei.
    Abração

    ResponderExcluir
  6. Olá Carlos!

    Poema quentinho e sensual este, com imagem a condizer.

    Abraço amigo.
    Vitor

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que extasiante, tanto a imagem escolhida, como essa linda e sensual poesia.
    Amei meu querido Carlos.
    Beijos no teu ♥

    ResponderExcluir
  8. Querido amigo,

    Mas que linda e ardente poesia! Adorei!


    Beijos com carinho.

    ResponderExcluir
  9. Que poema lindo,Carlos!
    Que venham outros!
    Beijo
    Afrodite

    ResponderExcluir
  10. Olá Amor,
    Que delícia!
    Ah, o poema também!KKK
    Pérolas a Você!

    ResponderExcluir
  11. Meu amigo

    Lindo...cheio de ternura e paixão...adorei.

    Beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  12. lindo..sensual..gostoso de ler.

    bjs.Sol

    ResponderExcluir
  13. Carlos,
    NÃO SERIA BAÚ DE CARINHO?
    ARREPIEI. ACHO QUE HOJE EU ESTOU ENAMORADA.

    BEIJO

    ResponderExcluir
  14. Olá, Carlos!
    Mais um belo poema!
    Abçs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  15. Lindo momento de amor aqui tão bem expresso! abraços, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  16. Parabéns pelo blog!!!
    Adorei!!!
    Voltarei sempre!!!
    Bjo!

    ResponderExcluir
  17. ...que delicia de post!!

    poético e sensual!

    adorei!

    bjbj

    ResponderExcluir
  18. Hah, mas este boa poesia não é único resultado deste momento tão bom...

    Fique com Deus, menino Carlos Rosa.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  19. Po cara, fico muito feliz mesmo com seu comentário no meu humilde blog. agradeço muito a força :)
    Sigo-te aqui pra estar sempre de olho nos seus maravilhosos posts..
    abraçãoo

    ResponderExcluir
  20. Poemas de amor e do amor erótico são dos mais difíceis de elaborar. Como a esperança equilibrista da canção de João Bosco e Aldir Blanc, um passo em falso e pode se machucar, descabando para o piegas ou o chulo.
    Você,meu caro Carlos, equilibrou-se com maestria até o final da travessia. Parabéns.

    ResponderExcluir
  21. Rapaz! Agora vou procurar a "in natura" para namorar mais um pouco e iluminar lúdico e quente amor que sempre nos uniu. Vc é um ótimo poeta. Contagia com a linda poesia. Abraço

    ResponderExcluir
  22. Super Cau, foto e poema primorosos!

    Bom fim de semana, amigo!

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  23. É,este amor realmente é muito ardente.rsrs
    Parabéns pelo Blog.
    Abraçosssss

    ResponderExcluir

Meus amigos e amigas sejam sempre bem vindos, eu agradeço aos gentis e inteligentes comentários no meu humilde espaço de reflexão, expressão e comunicação. Espero o seu retorno. Um forte abraço.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Arquivo do blog