terça-feira, 16 de agosto de 2011

Os corpos se entendem?


ARTE DE AMAR


Se queres sentir a felicidade de amar, esquece a tua alma.
A alma é que estraga o amor.
Só em Deus ela pode encontrar satisfação.
Não noutra alma.
Só em Deus – ou fora do mundo.
As almas são incomunicáveis.
Deixa o teu corpo entender-se com outro corpo.
Porque os corpos se entendem, mas as almas não
.
Manuel Bandeira


@@@@@@@@@@@@@@@@@@


BOM HUMOR NA REDE






15 comentários:

  1. Lindo e instigante poema! abraços,chica

    ResponderExcluir
  2. Olá, Carlos!

    Certamente porque falam a mesma linguagem, ainda que não precisem de falar; será...?

    Abraço amigo.
    Vitor

    ResponderExcluir
  3. Lindo, como tudo de Manuel Bandeira.
    Abração

    ResponderExcluir
  4. Olá, Carlos!
    Com essa do Bandeira, a resposta pro seu título só pode ser SIM!!!!
    Abçs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  5. Desculpe o poeta Manuel Bandeira, quando eu amo é do fundo da minha alma, serei um nada e sem Deus se deixar a alma de lado. Abraço

    ResponderExcluir
  6. Talvez seja assim mesmo. Me fez pensar nisto. abraço

    ResponderExcluir
  7. Sem a junção dos dois, tudo é frívolo. Abçs.

    ResponderExcluir
  8. Manuel Bandeira....ah! sem comentários

    bjs.Sol

    ResponderExcluir
  9. Querido amigo,

    Se Manuel Bandeira falou...Tá falado! E muito bem, sempre.

    Beijos com carinho e ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  10. Que bela escolha, Cau... Amo esse poema de Bandeira...

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  11. Belo texto meu querido... sempre boas suas escolhas. Muito bom estar por aqui outra vez...

    Vim para ler-te mas também para lhe pedir um favor... estou no ultimo ano de Relações Públicas na faculdade e estou realizando uma pesquisa com blogueiros para completar meu trabalho acadêmico. Gostaria de contar com sua ajuda e que vc pudesse responder a pesquisa por e-mail. É possível? Fico no aguardo de sua resposta. E se tiver outras pessoas para indicar, necessito de blogueiros que gostem de literatura e poesia. Abraços querido Cau.

    ResponderExcluir
  12. Estou lendo um livro de poemas do Bandeira, emprestado lá da escola.

    Coincidência poética. Rsrs.
    Bela escolha, Carlos.

    E cruzemos os dedos pro Fogão amanhã.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Que corpos se entendem, é fato. Mas quando a harmonia se instala, além do prazer físico, tenho que os espíritos estão a se comunicar.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  14. Lindo poema de Bandeira, fez carícias na minh'alma um tantinho triste hoje...Beijos & Carinhos.

    ResponderExcluir
  15. Amigo,

    Amo a verdade deste poema de Manuel Bandeira!

    Beijos e um ótimo começo de semana,

    Anna Amorim

    ResponderExcluir

Meus amigos e amigas sejam sempre bem vindos, eu agradeço aos gentis e inteligentes comentários no meu humilde espaço de reflexão, expressão e comunicação. Espero o seu retorno. Um forte abraço.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Arquivo do blog