quinta-feira, 19 de abril de 2012

Toque de amor





É fato...
numa fração de segundos
 sentir tudo, 
num leve toque,
num infinito segundo,
sutil o tato...
toque de amor...
É fato...


Carlos Rosa

4 comentários:

  1. LINDO,Carlos!! Bela inspiração sempre!abraços,chica

    ResponderExcluir
  2. Nunca se sente tudo num só acto e num contacto.
    Se assim fosse morreria tudo à nascença.
    O amor nasce como um rio e não lhe basta ver.
    É preciso crescer, criar lagos de prazer, ver e viver com as margens....

    ResponderExcluir
  3. Um pequeno frasco com o perfume mais delicioso, é esse seu poema. Lindo!

    Beijo, querido amigo alvinegro.

    ResponderExcluir
  4. Tão simples e tão profundamente verdadeiro...

    Beijo.

    ResponderExcluir

Meus amigos e amigas sejam sempre bem vindos, eu agradeço aos gentis e inteligentes comentários no meu humilde espaço de reflexão, expressão e comunicação. Espero o seu retorno. Um forte abraço.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Arquivo do blog