quinta-feira, 22 de abril de 2010

Do baú do Carlinhos...





SONETO DAS DROGAS

Formas que se movimentam,
são formas humanas?
Ou talvez, quase humanas,
na coreografia que apresentam.


Formas que se agitam,
são formas inumanas?
Ou talvez quase humanas,
na coreografia que representam.

Dançam, dançam ou deliram?
Cantam, cantam ou gritam?
Ou será que choram? Oh! Almas drogadas.


Dançam, dançam, qual som?
Cantam, cantam, qual música?
Ou será que lamentam? Oh! Almas vazias.
Carlos Rosa.

Novembro de 1977.


C@urosa

28 comentários:

  1. Oi amigo,
    belo post ( como sempre)
    continue mexendo nesse baú...Deve ter muita coisa boa escrita por aí.
    Abçs.
    Maurizio

    ResponderExcluir
  2. Carlos, Drogas são realmente uma droga...

    Fique com Deus, menino Carlos Rosa.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. As formas que se movimentam nesse tipo de dança parecem irreais muitas vezes.

    Abraço, Carlos!

    ResponderExcluir
  4. Olá Carlos
    Lindo e profundo. Amei
    Abração

    ResponderExcluir
  5. Dança de corpos na ilusão de um mundo real.Droga, por que o nome droga? Talvez droga é o que eles aham de sua vida e procuram algo que os distanciem da realidade, mas esta fuga pode não ter volta...

    adorei, bejuxus!!!!
    xD

    ResponderExcluir
  6. Almas vazias que cantam e dançam...gostei!
    Obrigada amigo querido pela visita e comentário no Brasil do Bem.
    Abraços,
    Janeisa

    ResponderExcluir
  7. Jorge Palma, cantor português, diz assim na sua música A gente vai continuar:

    "Todos nós pagamos por tudo o que usamos
    O sistema é antigo e não poupa ninguém
    Somos todos escravos do que precisamos
    Reduz as necessidades se queres passar bem
    Que a dependência é uma besta
    Que dá cabo do desejo
    A liberdade é uma maluca
    Que sabe quanto vale um beijo'

    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Vi seu recadinho lá no Solidão de Alma e caminhei no seu rastro para conhecer seu espaço. Abraço suas letrinhas e deixo meu carinho e admiração por este canto de encanto. Bjs, volte sempre.

    ResponderExcluir
  9. Que sensações serão essas? melhor nem tentar experimentar.
    Gostei do teu poema meu amigo.

    Um beijo grande.

    ResponderExcluir
  10. Querido amigo Cau, um bonito soneto para relatar este tão grande mal.

    Carinhoso beijo e lindo fim de semana.

    ResponderExcluir
  11. Profundo e reflexivo, foi o que achei.
    Bjs! Lu

    ResponderExcluir
  12. Meu Amado Poeta,
    Até com um assunto tão ruim,
    Você consegue encantar.

    Mil Beijos Apaixonados.
    Sua, somente sua,
    Nandinha.

    ResponderExcluir
  13. Amigo Carlos...
    Admiravél,a forma subjetiva, da qual utilizou para compor este soneto, que aliás, difícil de compor.
    As imagens ficaram perfeitas e técnica também.
    Ai, amigo! desculpa a minha insolência!?
    sou aprendiz, curiosa e detalhista, afinal és um poeta e "mestre", por isso mesmo o produto ficou perfeito. Bravo!!!
    Uma leitora sua.
    Irlene(IT)

    ResponderExcluir
  14. Boa noite!
    Vim agradecer sua presença em meu jardim.
    Estou maravilhada com tudo o que li aqui.
    Parabéns, e obrigada por enriquecer nossos olhos e alma, com tanta maestria.
    Tenha uma ótima noite.
    Será sempre muito bem-vindo em meu jardim.
    Abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  15. Amei... tão realista e tão sensível... e como descreves bem!

    Um tema polêmico, uma situação trágica, porém intensa, profunda... parabéns1

    bjs querido Cau!

    ResponderExcluir
  16. Fiquei tonta, quase dopada, com essa imagem! rs, já os versos, amei!

    BeijooO

    ResponderExcluir
  17. Sabias palavras,,,,sempre não as drogas....abraços de otimo final de semana pra ti.

    ResponderExcluir
  18. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog O Livro dos Dois Dias do Everton Russo, cuja literatura adoro. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Divulgar é preciso! Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado, além sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs



    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.


    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.


    Abraços

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. Meu fumo e minha ioga
    Você é minha droga
    Paixão e carnaval
    Meu zen, meu bem, meu mal
    MEU BEM, MEU MAL

    Caetano Veloso
    Lindo texto, é uma poesia!
    Beijus

    ResponderExcluir
  20. "Qualquer droga faz mal. Eu acho que a maconha faz mal, a cocaína faz mal, álcool faz mal, mas eu...não posso causar mal nenhum a não ser a mim mesmo."

    Cazuza

    Poesia pura e linda! Um forte abraço

    ResponderExcluir
  21. Cau, você está demaaaais nesse novo blog! Parabéns mil vezes!

    Beijocas da fã e leitora.

    ResponderExcluir
  22. Cau, você está demaaaais nesse novo blog! Parabéns mil vezes!

    Beijocas da fã e leitora.

    ResponderExcluir
  23. Pois é, meu amigo,pobres almas vazias.
    Marcante! Gostei do poema e da triste imagem também.

    Beijos e um ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  24. Meu querido, vi a data em que escrevestes este soneto, faz tempo hein?
    Não faço e nunca quero fazer idéia de como é o som, o embalo, o rítmo da dança das drogas, deve ser muito triste.

    Mas amei seu poetizar.

    Beijos com carinho e um lindo final de semana.

    ResponderExcluir
  25. Meu amigo
    Lindo e profundo seu poema...adorei.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  26. Um forte e fraterno abraço ao amigo pra desjear um belo sabado.

    ResponderExcluir

Meus amigos e amigas sejam sempre bem vindos, eu agradeço aos gentis e inteligentes comentários no meu humilde espaço de reflexão, expressão e comunicação. Espero o seu retorno. Um forte abraço.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Arquivo do blog