segunda-feira, 5 de julho de 2010

FUTEBOL, POESIA E O MESTRE DRUMMOND



Futebol se joga no estádio?
Futebol se joga na praia,
futebol se joga na rua,
futebol se joga na alma.
A bola é a mesma: forma sacra
para craques e pernas-de-pau.
Mesma volúpia de chutar
na delirante copa-mundo
ou no árido espaço do morro.
São vôos de estátuas súbitas,
desenhos feéricos, bailados
de pés e troncos entraçados.
Instantes lúdicos: flutua
O jogador, gravado no ar
- afinal, o corpo trinufante
da triste lei da gravidade.

In Poesia errante


C@urosa

27 comentários:

  1. Meu amigo Carlos, hoje a esférica mágica chora, pois nosso futebol mudou sua cara, está mais triste e no entanto não menos soberbo. Para quem testemunhou Pelé, Garrincha, Zico, Reinaldo, nosso futebol na copa foi um espetáculo de Dante, antes futebol era poesia, agora e discurso político. A morte da arte deverá ser chorada, mas o renascimento do belo tem que ser exigido. Que neste parto doloroso em que nascemos a cada quatro anos possamos afagar bela criança: um futebol verdadeiramente renascido! Forte abraço, bj!

    ResponderExcluir
  2. Futebol ainda a paixão nacional, em qualquer lugar, na praia, no morro, na rua...na copa do mundo.

    abraço!

    ResponderExcluir
  3. Poxa palavras sabias e lindas.
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  4. Carlos lindas palavras ainda que estejamos tristes por nossa eliminação, mas futebol é esporte mais do que persente por nossas bandas, né e logo, os campeonatos voltarão com força total e mais um pouquinho Copa de 2014.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  5. Drummond, sabia de tudo, era um craque.
    Abração

    ResponderExcluir
  6. Minha filha apresentou este poema na aula de literatura semana passada.
    Bjs querido.

    ResponderExcluir
  7. Oi, querido Carlos.
    Saiba que me deixaste emocionada com o comentário que fez no meu último post. Emocionada e lisonjeada. Obrigada por merecê-lo.

    Belíssimo e oportuno poema do maravilhoso Drummond.
    Beijos...boa terça-feira.

    ResponderExcluir
  8. Ele é único, não? E meu antenado amigo Cau, com seu bom gosto de sempre, pimba!

    Beijocas.

    ResponderExcluir
  9. Futebol é uma paixão nacional...e mais uma vez nos decepcionamos com ele...abraços de bom dia pra ti amigo...

    ResponderExcluir
  10. Poxa, eu não sabia que ele era amante do futebol! Adorei. Meu coração ainda está triste com a saída do Brasil ... Bjs

    ResponderExcluir
  11. Drummond foi um sábio, falar sobre a bola e o futebol em poesia é a maneira mais sensível de discutir futebol.
    Bjs
    Janeisa

    ResponderExcluir
  12. Meu amigo Carlos obrigada pela preocupação e por ter relato que outros estão passando pelo mesmo. Parece que tudo está resolvido. Vamos ver.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  13. Adorei!
    Obrigada pelo carinho de sempre

    Pode mandar o texto ou frase pro meu e mail até o fim do mes, lucianakrs@ig.com.br

    Obrigada por me acompanhar no Olhos e pensamentos

    ResponderExcluir
  14. Eu nao gosto de futebol e torço na Copa, vai me ententer. rsss
    E respondendo ao seu comentário n meu blog, eu fui malcriada n meu ultimo comentário aqui e nao gentil. rsss
    Vc que é bonzinho. Mas tb né, vc implicou c quem eu gosto. kkk
    Bjs! Amigooooo.
    Lu

    ResponderExcluir
  15. Um lindo poema.

    O blogger deve estar em pane hoje, os comentários meus não estão sendo registrados no blog, o seu tb está assim?

    beijooo.

    ResponderExcluir
  16. Amigo Cau, eu adorei reler este poema de Drummond. Obrigada, amigo.

    Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  17. Futebol também dá poesia, Drummond prova isso muito bem!
    Hoje torci para o Loco Abreu fazer um gol, mas não deu. Abração

    ResponderExcluir
  18. Poesia no futebol eu nunca vi,achei muiiiiiiiiiiito legal hua hua.
    Obrigado pela visita meu querido.
    Beijokas

    ResponderExcluir
  19. Pra mim futebol é arte é feito dança é há de se ter muito jogo de cintura!

    Beijinho!

    Maria

    P.s.Vc ainda nao veio conhecer meu novo espaço de aguardo!

    ResponderExcluir
  20. "Palavras gentis podem ser curtas e fáceis de falar, mas os seus ecos são efetivamente infinitos."

    (Madre Teresa de Calcutá)

    Bons sonhos e beijos meus!! M@ria

    ResponderExcluir
  21. ...futebol mesmo é aquele que vemos
    nos campinhos de terra batida onde
    os meninos jogam por amor e não por
    cifrão.

    bj, querido.

    ResponderExcluir
  22. Forte abraço amigo e um belo dia pra ti.

    ResponderExcluir
  23. O futebol brasileiro não é mais o mesmo como no tempo de Drummond.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  24. Bons tempos em que o futebol era arte e dava até poesia,hoje é violência,drogas e muito dinheiro sem merecimento.
    Bom Drummond! Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  25. Vim visitar, visitinha breve, só tomar um cafezinho, ouvir-te um pouco e partir.Levando comigo suas palavras...
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  26. Grande paixão da infância que é carregada para a vida adulta! Perfeito poema! Demonstra toda a sua alegria e fantasia pelo futebol. Beijus,

    ResponderExcluir
  27. Meu fiel escudeiro Caurosa,
    parece que os jogadores brasileiros não têm a menor noção de como responder às três primeiras perguntas de Drummond: no estádio? Na praia? Na rua? Nããããããããããão! E nem em Copa do Mundo!
    Beijos,
    Tati.

    ResponderExcluir

Meus amigos e amigas sejam sempre bem vindos, eu agradeço aos gentis e inteligentes comentários no meu humilde espaço de reflexão, expressão e comunicação. Espero o seu retorno. Um forte abraço.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Arquivo do blog