quarta-feira, 19 de setembro de 2012

VIA LÁCTEA


imagesva


“Ora (direis) ouvir estrelas! Certo
Perdeste o senso”! E eu vos direi, no entanto,
Que, para ouvi-las, muita vez desperto
E abro as janelas, pálido de espanto…
E conversamos toda a noite, enquanto
A via láctea, como um pálio aberto,
Cintila. E, ao vir do sol, saudoso e em pranto,
Inda as procuro pelo céu deserto.
Direis agora! “Tresloucado amigo!
Que conversas com elas? Que sentido
Tem o que dizem, quando estão contigo?”
E eu vos direi: “Amai para entendê-las:
Pois só quem ama pode ter ouvido
Capaz de ouvir e de entender estrelas”.

Olavo Bilacob
b34

pensamento moderno

O amor é quando a gente mora um no outro.

Mario Quintana

C@UROSAimagesros

8 comentários:

  1. Meu caro amigo Carlos, vendo o poema de Bilac e a linda ilustração, acho que você gostará disso (se é que já não soube):

    http://blogs.estadao.com.br/link/camera-de-570-megapixels-para-explicar-o-universo/

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que fantástico amigo Antonio Carlo A. Gama, não sabia, a ciência cada vez mais nos aproximando da estrelas...obrigado pela informação.

      Excluir
  2. Olavo Bilac...
    não é preciso dizer mais nada...só sentir.

    bjs.Sol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é minha cara Solange, Bilac é magnífico!

      Excluir
  3. Pode haver coisa mais bela do que ouvir e entender estrelas?

    bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Plenamente de acordo minha cara Sônia Brandão.

      Excluir
  4. E assim belo amigo,,,com a dimensão do infinito...abraços fraternos de bom final de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, obrigado amigo poeta Everson Russo.

      Excluir

Meus amigos e amigas sejam sempre bem vindos, eu agradeço aos gentis e inteligentes comentários no meu humilde espaço de reflexão, expressão e comunicação. Espero o seu retorno. Um forte abraço.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Arquivo do blog