quinta-feira, 11 de novembro de 2010

A pescaria

short story

Adorava passar o inverno na casa do velho Mariano, era uma estação especial para mim. A comida mineira da minha avó, as estórias do velho, sempre fantásticas e irreais. A noite de inverno, fria e gostosa para ficar quietinho, enfiado no cobertor. Só o velho Mariano não pensava assim, gostava de usar as noites de lua cheia para pescar no rio paraíba. O escolhido como acompanhante era seu neto predileto: Eu. Impossível dizer não ao seu pedido, e lá íamos nós pela trilha escura em direção ao velho paraíba... A pescaria, nem sempre era bem sucedida, o velho Mariano voltava com pouco pescado, e, de quebra, ainda tinha que trazer o neto aprendiz de pescador, dormindo em suas costas...

Carlos Rosa

25 comentários:

  1. Carlos ,



    Delícia de texto , me remeteu à doces lembranças ... :)



    Bjo e uma Noite Feliz !

    ResponderExcluir
  2. hum..
    tenho certeza que ele fazia isso com prazer (carregá-lo nas costas),porque é tão bom estar com quem se ama..
    mesmo que esteja dormindo..

    bjs.Sol

    ResponderExcluir
  3. Sabe que eu também adoro o inverno?
    Acho muito legal tomar chocolate quente.
    História, filmes, amigos reunidos é tudo de bom.
    Já tentei pescar uma vez, nunca peguei peixe algum, não sei pescar hehe...
    Tão bom ler teu texto, me trouxe recordações lindas.

    Beijo Carlos.
    Fernanda.

    ResponderExcluir
  4. Oi seu Carlos que bom ter (tinha)um avo que carrega os netos nas costa. Muito lindo. Beijos Amelia

    ResponderExcluir
  5. Pegue a esperança e viva na sua luz. Pegue a bondade e doe-a a quem não sabe doar. Descubra o amor e faça-o conhecer ao mundo"

    Mahatma Gandhi

    Beijos & Flores...Bem vindos! M@ria

    ResponderExcluir
  6. Olá Meu Querido Poeta,
    Que delícia saber um pouco mais de ti
    através deste lindo texto.
    Beijinhos com sabor de nostalgia,
    Nandinha.

    ResponderExcluir
  7. Esses são aqueles momentos especais em que a vida nos presenteou.
    Que bom você teve um "Velho Mariano" para lhe mostrar como sorrir e ser feliz.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Carlos são essas doces e maravilhosas lembranças que carregamos que nos tornam mais fortes. E esse amor que transborda que nos ajuda na vida adulta.
    Fiquei imaginando a cena descrita.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  9. ...sem contar as histórias que
    ele lhe contava, né?

    velhos tempos,
    doces lembranças!

    bj, poeta!

    ResponderExcluir
  10. No inverno todos se recolhem, puxam um cobertor para si, às vezes acompanhados, às vezes sozinhos, e às vezes com a imagem de alguém.

    ResponderExcluir
  11. Oh, doce e cruel lembrança!
    Ainda bem que não desgrudas de mim...

    Beijo, querido

    ResponderExcluir
  12. Lindo e parce estar ali vendo tudo isso! abraços, chica

    ResponderExcluir
  13. Olá amigo Carlos
    Que belas recordações. O vô é uma figura muito marcante na vida da gente. Sinto saudades do meu vô pai de minha mãe.
    Abração

    ResponderExcluir
  14. Ola Carlos, belas palavras saudosistas.
    Também lembro dos meus avós, são as melhores lembranças. Tudo o que os envolvia, a casa, o campo, os ensinamentos...
    abraços

    http://precisomeexpressar.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  15. Olá, Carlos!

    Sabe bem visitar o passado, e lá reencontrar os momentos que nos souberam bem.E aqui, esta ida à pesca está lindamente contada, falando da amizade entre entre avós e netos - que é sempre tão especial.
    Abraço amigo.
    Vitor

    ResponderExcluir
  16. Meu bom amigo C@urosa!
    Delicioso saborear essas suas reminiscências tão bem escritas.
    Esteja onde estiver, o velho Mariano deve estar sentindo muito orgulho desse neto.
    Bom final de semana, meu querido ;)

    ResponderExcluir
  17. Olá, Carlos!
    Obrigado por mais uma ótima estória!
    Abçs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  18. Meu pai amava pescaria... Pegava a bicicletinha dele e ia em busca do seu lazer preferido... Aí voltava com peixinhos minúsculos. Advinha quem muitas vezes teve que limpar os tais? Euzinha!

    Sabe que tua história nos leva junto, né? Acompanhamos como se lá estivéssemos... Delícia essas histórias que compõem nossa vida.

    Beijos, neto preferido do seu Mariano.

    ResponderExcluir
  19. Essas pescarias é que preenchem a alma...

    Um fim de semana bem gostoso pra você, querido.

    Beijos ternos.

    ResponderExcluir
  20. que belo texto.
    Joga a gente num passado saudoso, na saudade de um avô que não tem mais.
    Um feliz feriado pra vc Carlos.
    E mais uma vez parabens pela singeleza do texto.
    O teu avô nesse texto, é o avô de cada um de nós que te le...
    Maurizio

    ResponderExcluir
  21. Que lindo, são fragmentos que me levam à infância também.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  22. Sabe me lembrei de quando ia pra fazenda de meus tios...Dias gostosos.
    Amei vir aqui te ler, me trouxe doces lembranças...
    Parto leve e saudosa.
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  23. Pesacria é um bom momento de pensar na vida, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  24. É tão bom estes momentos que passamos com nossos avós, sendo que no meu caso, o que me lembro bem da minha avó é de quando esfriava o cafe para mim e na sequência fazia pão com manteira...

    Fique com Deus, menino Carlos Rosa.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

Meus amigos e amigas sejam sempre bem vindos, eu agradeço aos gentis e inteligentes comentários no meu humilde espaço de reflexão, expressão e comunicação. Espero o seu retorno. Um forte abraço.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Arquivo do blog