sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Aos mestres com carinho

Aos meus mestres,

com carinho agradeço

terem me ensinado a ensinar.

Aos meus mestres agradeço:

Pelo sacrifício diário,

pela dedicação exclusiva,

pela paciência infinita,

pela presença marcante,

pela pesquisa constante,

pela busca do saber.

Aos mestres, com carinho

agradeço.

CARLOS ROSA

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

“Sabe…eu sou aquela criança que senta num cantinho qualquer da aula, de roupinhas velhas, rostinho feio, cabelos sem brilho e quase não fala.

Sabe…eu sou aquela criança que nunca traz uma merenda gostosa pra poder lhe dar um pedacinho, aquela criança que não lhe dá os desenhos bonitos porque só tem lápis preto para colorir.

Sabe..eu sou aquela criança que nunca ganhou um colinho do papai, que nunca ganhou ovinhos de Páscoa, a não ser os que a senhora me dá.

Sabe…eu sou aquela criança que muitas vezes traz o tema mal feito, porque a mesa lá de casa é um caixote de madeira, que sacoleja todo quando a gente escreve, aquela criança que a senhora nem nota, que nunca chega perto porque não tem cheirinho de perfume.

Sou aquela criança que a senhora reclama sempre que não é como as outras, aquela que lhe traz com carinho uma florzinha murcha, que a senhora finge gostar, mas que acaba esquecendo sobre a mesa.

Sou, enfim, professora, aquela criança que gostaria de ser como as outras, mas não é, que gostaria de receber um sorriso, mas não recebe, que gostaria de receber um “parabéns”, que gostaria de lhe dar flores bem lindas para que a senhora se orgulhasse de mim.

Mas, assim mesmo eu lhe peço, aceite-me como sou, gosta de mim como a senhora gosta dos outros, preste atenção em mim, não me vire as costas, acredite em mim. Porque eu queria ser importante para a senhora. Porque eu sou aquela criança feinha e sem graça, que senta num cantinho qualquer da sala e que, se a senhora tiver um tempinho para prestar atenção em mim, verá em meus olhos sem brilho um brilho de esperança, na espera de uma chance para poder lhe dizer:

OLHE PRA MIM,PROFESSORA,PRECISO DE VOCÊ!”


15 comentários:

  1. Que lindo amigo poeta.
    Tão gostoso o tempo de criança.
    As aulas, tantas lembranças boas.
    Bjos ahocolatados

    ResponderExcluir
  2. ...quanta sensibilidade neste post!

    parabéns querido mestre!

    bjbjbj

    ResponderExcluir
  3. Nossa Carlos fiquei emocionada com texto. Que sempre nossos mestres, nós olhemos com carinho e ajudemos aqueles que, infelizmente, tem uma condição menos privilegiada. É nossa obrigação com nossas crianças e nossos idosos.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  4. Quanta ternura !!!

    Lindo ....



    Bjo e uma Noite Serena , amigo poeta.

    ResponderExcluir
  5. Prabéns para nós! Lindo texto com uma sensibilidade que te é peculiar.
    Abraços,

    ResponderExcluir
  6. Oi Carlos! Gostei da homenagem de braços dados com o alerta... Um beijo muito carinhoso, Deia.

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que linda postagem meu querido amigo.
    Sou também professora e me senti homenageada nesse instante por você.
    Aproveito pra parabenizar todos os professores, que nunca desistem de levar aos seus alunos o que sabem.
    Receba o meu mais doce carinho por essa data.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Rapaz! Agora você me balançou com este magnífico texto, trouxe a tona as minhas lembranças. Você é fantástico com as palavras e ainda por cima é alvinegro. Abraço

    ResponderExcluir
  9. Realmente na vida tivemos muitos professores, alguns nos ensinaram muito mais que apenas conhecimento, nos ensinaram sobre a vida, e a este pessoal, devemos agrandecer um bocado.

    Bom final de semana menino =P

    Fique com Deus, menino Carlos Rosa.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  10. Olá,amigo C@urosa!

    Tens o dom do ensino e de tocar a alma.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. São dois belos textos, Carlos! No primeiro, faço minhas as suas palavras, faço meus os seus agradecimentos.

    No segundo, um retrato da sala de aula invisível, aquela que não é traduzida no discurso da excelência e que ainda reclama respostas. Enquanto criança, me vi no texto, na infância sofrida.

    A propósito, acabo de convidar-lhe para continuar a carinhosa brincadeira proposta pela Deia, do Rumo à Escrita. Passe lá no Caminhar & Ruminar! Abraços!

    ResponderExcluir
  12. Caro amigo.

    Obrigado pela linda mensagem
    sobre o dia do professor.

    Depois de alguns dias de distância
    estamos voltando ao convívio dos
    amigos que aprendemos a gostar.
    Obrigado pela amizade
    e pelas palavras
    que tornam a nossa vida
    mais bonita.

    Sua amizade é preciosa para mim.

    ResponderExcluir
  13. Temos sempre que agradecer e homenagear aos mestres com carinho,,,abraços de otima semana pra ti amigo.

    ResponderExcluir
  14. eu me lembro da minha primeira professora como se fosse hoje, eu gostava e ainda tenho um carinho enorme por ela...
    belo poema, parabéns

    abraços com carinho
    tenha uma ótima tarde

    ResponderExcluir

Meus amigos e amigas sejam sempre bem vindos, eu agradeço aos gentis e inteligentes comentários no meu humilde espaço de reflexão, expressão e comunicação. Espero o seu retorno. Um forte abraço.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

Arquivo do blog